Como se preparar e tirar o máximo proveito de encontros one-on-one (1:1)

Muitas pessoas veem como algo pesado e sentem até certo desconforto. Dessa forma, a ideia deste artigo é desmistificar essas reuniões e mostrar o que esperar deles além de dar dicas de como extrair o máximo de proveito delas.

Encontros one-on-one costumam ser flexíveis, recorrentes e a recomendação é que dure em média 30 minutos, acima de tudo são reuniões privadas.

Não há necessariamente um padrão, certamente são ótimas para alinhamento de expectativas, feedbacks, traçar plano de evolução de carreira e tratar de assuntos do interesse de ambos.

Aqui trataremos sob o cenário de líder/gestor e liderado, mas não limitando somente a esse. Você pode e deve ter esses encontros com seus colegas de trabalho, independente de cargos e responsabilidades, pois os dois estarão ganhando.


Como aproveitar melhor seu 1:1

1) Tenha em mente que esse é um momento seu e é um tempo sagrado

Esse é um momento para discutir assuntos que são do seu interesse e que são importantes para seu gestor. Portanto, traga coisas para discutir no seu one-on-one. Se existe dificuldade com alguma pessoa, projeto ou questões pessoais, conte com eles. É a principal maneira de terem empatia e ajudá-lo.

Sabe aquelas perguntas que está sem jeito de falar? Esse é o momento perfeito para fazê-las! e de modo particular, sendo assim, essas questões são sempre bem-vindas e é um bom caminho para criar laços individuais.

Lembre-se, antes de mais nada, que esse momento foi planejado para acontecer exclusivamente para você!

2) Use-o para gerar relacionamento

Nem todo mundo leva a sério. Especialmente os primeiros 1:1s, isso se deve por causa de não haver construído ainda um relacionamento de confiança.

Acredite ou não, ao se conhecerem além do trabalho, por consequência, melhorará sua relação de trabalho com seu gestor. Quando vocês dois sabem como os outros funcionam, o que amam e fazem fora da empresa, sem dúvida, facilita entender a dor do outro.

Se está procurando uma pergunta leve e fácil para quebrar o gelo quando não há um relacionamento, pergunte: “como você chegou aonde está hoje?” À medida que você os conhecer, com toda a certeza retribuirão e perguntarão o mesmo e você estará no caminho de um relacionamento sólido.

3) Confie

É complicado abrir-se para alguém que você não conhece bem, mas isso pode realmente ajudar. É muito difícil para um líder estar em uma reunião one-on-one e ter que procurar diversas maneiras para conseguir algo de um membro da equipe. A confiança é muito importante aqui.

Quando estiver com eles, fale sobre o que quer e veja se seguirá adiante com o assunto. Se seguirem, será mais fácil trazer coisas para eles e seus laços de confiança um com o outro fortalecerão. Tudo começa com você dando o primeiro passo.

4) Traga o esboço de suas ideias

Normalmente em outras reuniões, você já leva ideias bem pensadas e as apresentam para o time. Em one-on-one não há necessidade, a discussão aqui é mais informal.

Se existe uma ideia de melhoria, para o time ou empresa, aproveite a oportunidade e veja se vale a pena aprofundar o assunto.

Aproveite o momento para conversar sobre a ideia, uma vez que, isso te ajuda a tirar a pressão do que seria levá-la para todo time. Seu gestor pode certamente ajudá-lo a entender melhor se a ideia pode funcionar e, além disso, o que fazer para torná-la completa.

5) Fale!

Nesse contexto, ou em qualquer outro, ninguém pode lhe ajudar se não souberem o que está acontecendo. Acredite, algo que parece importante ou óbvio para você, pode ser difícil ou impossível para qualquer outra pessoa ver. Se você não falar, não poderão ajudá-lo.

Não deixe que um problema pequeno se torne enorme para então seu gestor tomar conhecimento. É importante esse alinhamento no estágio inicial. Nenhum problema importante para você é pequeno demais para ser apresentado.

E, caso realmente o problema seja pequeno, a resolução deles surpreendentemente será imediata, leve sempre algo que lhe incomode. Fale sempre!

6) Se prepare

Lembre-se que seu gestor tem encontros individuais com toda a equipe, nesse sentido, pense como está sua agenda e o tempo gasto para preparar cada encontro.

Se deseja conversar sobre um assunto, tenha o hábito de anotar e levar com você. Tudo aqui é válido! Traga perguntas, ideias, preocupações, feedbacks. Lembre-se do que falou da última vez. Verifique a evolução de um assunto. Todos saem ganhando.

7) Evite cancelar ou remarcar 1:1s

Se isso realmente precisar acontecer, tente reagendar para um dia ou horário posterior. Evite postergar para próxima semana mesmo que acredite que não há nada importante para falar no momento.

Há sempre algo para conversar, caso não seja nada urgente, aproveite a oportunidade e fale sobre seu desenvolvimento e crescimento de carreira, e leve as ideias que melhora o nível da equipe.

8) Aqui é o momento certo para aquelas conversas difíceis

Aqui as conversas são individuais e seguras, caso tenha algo em que você quer ser crítico, esse é um ótimo momento. Evita embaraços em um anúncio direto para o time, pois eles serão capazes de lhe ajudar a estar mais preparado se algum momento precisar apresentar sua crítica em outros locais.

Quando grandes mudanças de propostas surgirem para a equipe ou mesmo um projeto, o líder poderá ajudá-lo a acalmar os ânimos com algumas pessoas antes de anunciar amplamente.

Se seu gestor se acostumar a ter de você um feedback útil e sincero, certamente você será uma das pessoas que ele sempre o consultará.

9) Peça Feedback

Se estiver trazendo questões complexas, que necessitam discutir em particular com seu gestor, ele irá corresponder. No entanto, pode ocorrer de não receber o feedback em um ponto específico, nesse caso, peça explicitamente o feedback que mais deseja.

Normalmente os feedbacks necessitam ser mais diretos, o que pode parecer duro, entretanto, tenha em mente que não é.

Se dedicar esse momento para de fato falar de algo que você poderia ter feito diferente, ou melhor, será confortável para os dois lados.


Mesmo que o progresso pareça pequeno e incremental, isso certamente tornará sua saúde no trabalho muito melhor, fortalece a confiança, ajuda na carreira e traz laços concretos no relacionamento com seu gestor. Portanto, não subestime esses pequenos momentos, eles sempre são de grande importância!

Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três − dois =