Desenvolvimento Backend: Os bastidores de um software

Backend Development

Quando o assunto é desenvolvimento de software, existem muitas camadas entre o hardware e o usuário final, o termo backend é uma dessas camadas. De uma forma bem simplista, o backend é a parte do sistema que não é visível pelo usuário, mas é vital para que tudo funcione conforme o esperado. (a camada que é visível pelo usuário é chamada de frontend).

O que faz um desenvolvedor backend?

O desenvolvedor backend é aquele que trabalha “nos bastidores” de um software, ele é o responsável por fazer o planejamento, a implementação e a manutenção da estrutura tecnológica que constituem o “cérebro” da aplicação. É no backend que fica concentrada as principais regras de negócios, é através dele que processamos e disponibilizamos as informações armazenadas em uma base de dados.

Esse profissional precisa ter um raciocínio lógico muito aguçado, pois sua principal missão é automatizar processos e resolver problemas construindo soluções tecnológicas performáticas e seguras.

Quais são as habilidades que um desenvolvedor backend deve possuir?

Além de um bom raciocínio lógico, o desenvolvedor backend deve ter uma noção abrangente de vários assuntos, abaixo eu elenco alguns deles.

1. Dominar pelo menos uma linguagem de programação

Atualmente é impossível ser um desenvolvedor backend sem ao menos conhecer uma linguagem de programação. É através da linguagem de programação que os códigos responsáveis por manipular as regras de negócio e estruturar o funcionamento das aplicações, são escritos.

Hoje em dia existem inúmeras linguagens que atendem esse propósito, cada uma com suas particularidades e objetivos. Confira alguns exemplos:

  • C#
  • Java
  • Kotlin
  • Node.js
  • PHP
  • Python
  • Ruby

2. Entender de banco de dados

Uma das responsabilidades de um desenvolvedor backend é manipular os dados de uma aplicação. Por isso ele deve saber buscar, cadastrar, atualizar e excluir informações de um banco de dados (Relacional ou não relacional).

Segue alguns exemplos de bancos:

  • Relacionais: MySQL, Oracle, SQL Server e etc..
  • Não relacionais: MongoDB, Redis, Cassandra e etc…

3. Fundamental ter noções básicas de inglês

A grande maioria das linguagens de programação foram criadas em inglês, ou seja, para escrever o código fonte é necessário ter noções básicas desse idioma para que seja possível compreender a syntaxe da linguagem. Além disso, a documentação dessas linguagens, por padrão, também estão escritas em inglês.

4. Conhecimentos sobre segurança dos dados

Vazamento de dados é um problema sério! Por tanto, é indispensável que o desenvolvedor backend esteja sempre atento e siga as melhores práticas no quesito segurança. Isso minimiza brejas, ataques hackers e vazamento acidental de informações.

5. Entender de infraestrutura de TI

Conhecer o básico sobre infraestrutura de TI também é uma habilidade importante para esse tipo de profissional. O desenvolvedor backend tem o dever de elaborar a aplicação alinhada à infraestrutura em que a aplicação será executada.

Quer um exemplo pra facilitar o entendimento? 

O desenvolvedor cria uma aplicação que consome 2MB de memória frequentemente, supondo que essa aplicação fosse executada em uma infraestrutura que disponibiliza-se no máxima 1MB (um dispositivo de pequeno porte, como um relógio inteligente por exemplo…) Adivinha…? Sim! isso não iria dar bom…

Gostei! Como me torno um desenvolvedor backend?

Agora que você já sabe o que é desenvolvimento backend, qual o papel desse profissional, bem como quais são as habilidades mais importantes. Você pode estar pensando em como se tornar um desenvolvedor backend, certo?

É importante frisar que para se tornar um desenvolvedor backend não é necessário ter uma idade mínima, muito menos ser formado em algum curso superior. Porém, no geral os desenvolvedores são graduados em áreas como Engenharia da Computação, Ciências da Computação, Sistema de Informação ou áreas afins. Mas, de fato o diploma não é pré requisito. Sendo assim, segue algumas dicas para quem quer começar a atuar nessa área:

  • Pesquisar cursos e tutorias na internet e colocar em prática aquilo que for aprendendo;
  • Ler o manual técnico das linguagens de programação;
  • Começar desenvolvendo aplicações para uso pessoal, isso te ajuda a ganhar experiência mais rápido;
  • Procurar ajuda de alguém que já tenha esse conhecimento, para ser o seu mentor e te ajudar em eventuais dúvidas ao longo do caminho;

Uma outra dica é montar um roadmap desse aprendizado. Como sugestão recomendo dar uma olhada nesse projeto: https://github.com/kamranahmedse/developer-roadmap

https://github.com/kamranahmedse/developer-roadmap/raw/master/img/backend.png

Como ser um bom desenvolvedor backend?

Se você já é um dev backend e esta buscando evoluir cada vez mais. Como próximos passos, sugiro dar uma olhadinha em:

Conclusão

A tecnologia e os serviços de TI evoluem de uma maneira extremamente rápida. Diante desse cenário é essencial que o desenvolvedor backend esteja sempre antenado, o estudo e o empenho constante são atitudes fundamentais para o sucesso nessa profissão!

Written by 

Software Engineer na Fretebras. Conversor de café em código, aspirante a empreendedor, apaixonado por tecnologia e investimentos. Um cara tranquilo e ainda, um pai de família!

One thought on “Desenvolvimento Backend: Os bastidores de um software

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − quatro =